Skip to main content

Antevisão da etapa 5: Portimão – Faro

Dia 28 de maio realiza-se a 5ª etapa do projeto Dar a Volta entre Portimão e Faro.

Lagoa
Salgados
Vale de Lobos
Dados da Etapa

Portimão - Faro

9:00h - concentração na Praça Manuel Teixeira Gomes

9:30h - Partida de Portimão

Ferragudo

Lagoa

Armação de Pêra

Albufeira

Vilamoura

Quarteira

Faro

Trajeto com cerca de 95 km

Intermodalidade

Faro - Lisboa - Faro

Aluguer de carrinha e bicicletas em Grupo

Quando não há transportes públicos e uma forma de evitar "cada um no seu automóvel", uma boa solução é este tipo de carrinha de 9 lugares que dá também para transportar as bicicletas.

CP ainda sem transporte de bicicletas no Inter-Cidades para o Algarve

Faro tem ligação de comboio a Lisboa mas o serviço Inter-Cidades ainda não tem carruagens adaptadas ao transporte de bicicletas. A CP prevê resolver esta situação ainda este ano.

Rede Expresso

Apenas é permitido o transporte de bicicletas dobráveis que estejam devidamente embaladas e acondicionadas na bagageira inferior. Se o peso combinado total (bagagem + bicicleta) ultrapassar 20kg, será cobrada uma taxa.

Portimão - Faro - Portimão

O transporte das bicicletas é feito na carruagem da frente num compartimento de carga. Dada a altura da porta face à plataforma é necessário ajuda para elevar a bicicleta. A viagem demora cerca de 1:20h - a circulação faz-se em linha única num horário peculiar.

Logística
Bicicleta:

A etapa entre Portimão e Faro tem um perfil, ao nível da altimetria, praticamente plana.

É das etapas com maior diversidade de tipo de piso. Os trajetos em terra batida estão em boas condições e passíveis de ser feitos por bicicletas urbanas.

É uma etapa muito longa e, por isso, aconselhamos aqueles que têm pouca preparação física o uso de bicicleta eléctrica.

Bagagem:
  • Água
  • fruta e/ou uma sandes
  • Creme protetor e camisa branca com mangas (para pele sensível)
  • Impermeável
Acompanhantes
São todos Bem Vindos

O passeio entre as cidades deve ser encarado como uma campanha de conhecimento da realidade do país no que diz respeito à opção de viajar de bicicleta. Não dispomos, na realização de cada etapa, de nenhuma organização porque não se trata de nenhum evento.

O objectivo do passeio é, em primeiro lugar, seguir pela via que oferece a maior segurança possível a quem anda de bicicleta e registar as possibilidades de a melhorar.

Quem nos acompanhar irá de modo voluntário - responsável por si próprio e, caso seja, dos menores a seu cargo.

Ao acompanhar a equipa verifica através de experiência vivida:
  • as vantagens que a viagem de bicicleta proporciona;
  • que temos um território muito diverso que vale a pena descobrir;
  • que não é difícil identificar e resolver os problemas existentes de modo a tornar o país cada vez mais atrativo aos diferentes usos da bicicleta.

Seguro: deixamos aqui um artigo da DECO que tem as informações que consideramos úteis para os diferentes usos da bicicleta.